12 maio 2016

Sistema Educacional no Chile: Etapa 2 – Ensino Fundamental

MORAR FORA > GUIA PARA MORAR NO CHILE

Importante: Tenho um post mais atualizado, inclusive com vídeo. Clique aqui

……..

Este é o terceiro post da série Como funciona o Sistema Educacional no Chile, e nele você saberá como funciona o Ensino Fundamental no país.

Lembrando que ainda não sou mãe e que contei com a ajuda de um chileno especialista no assunto e uma amiga brasileira que tem filho estudando aqui para dar todas as informações sobre como é a Educação no Chile; portanto o mais provável é que eu não saiba responder aqueles detalhes que só mãe e pai se preocupam mas o caminho das pedras você vai encontrar neste post. Vamos lá!

  • Antes de começar o Ensino Fundamental

Quando o seu filho estiver cursando o nível Kinder (pré) já explicado neste post, ele vai precisar fazer o Processo de Postulación para começar o Ensino Fundamental, que é conhecido como Enseñanza Básica.

  • O que é o Processo de Postulación?

Um processo seletivo pelo qual o aluno e a família precisam passar antes da matrícula, tanto em colégios particulares como públicos. Esse processo envolve entrevistas com a família e uma série de exames de admissão (cada colégio tem os seus próprios exames e critérios). Quanto mais conceituado for o colégio (aqui ninguém fala escola), mais requisitos e exames ele terá. Em outras palavras, no Chile tanto faz se você pode pagar a mensalidade, seu filho e a família precisam se encaixar no padrão do colégio. Aqui você não escolhe, sua família é escolhida. Nos colégios públicos a Postulación costuma ser menos rígida, ainda assim não é tão simples conseguir uma vaga.

  • Quando começar a Postulación?

Sempre no mês de março do ano que antecede a Enseñanza Básica do seu filho, ou seja, se em 2017 ele tem que começar a 1° série, deve começar o processo de Postulación em março de 2016. É super importante respeitar esse prazo porque cada colégio tem seus próprios exames de admissão e nem sempre seu filho será aprovado no primeiro colégio. Quem não respeita esse prazo geralmente entra 1 ano atrasado na 1ª série. Esse prazo acaba prejudicando os estrangeiros porque nem sempre eles chegam ao país 1 ano antes da criança começar a estudar e são poucos os colégios flexíveis neste apecto.

Após ser aprovado na Postulación, os pais devem pagar a Cuota de Incorporación, um valor que vai garantir a vaga do seu filho naquele colégio até o Ensino Médio. No final do post vão entender melhor.

Como funciona cada módulo dessa etapa no Chile:

ensino fundamental sistema educacional no chile

Não tem erro de quantidade na imagem, são 8 séries mesmo (digo isso porque no Brasil agora são 9), apenas erro de escrita (ano/série, perdão).

  • Ano Letivo

Começa em Março e termina em Dezembro.

  • Horário das Aulas

Varia de um colégio para o outro, seja público ou particular, mas em geral é das 8am até às 14 horas e dependendo do colégio, até às 16 horas, com uma pausa para comer. Essa refeição pode tanto ser oferecida pelo colégio como também pode ser levada de casa. Essa carga horária permite que os pais trabalhem mais tranquilos já que a criança não fica muito tempo durante o dia dependendo do cuidado de outras pessoas.

  • Uniforme

uniforme escolar chile

Não é a novelinha Rebeldes ou Carrossel, é o uniforme dos colégios do Chile mesmo. Cada colégio pode adotar alguma coisa no uniforme que seja diferente mas em geral, tanto em colégios particulares como públicos o uniforme é composto de:

  • terninho azul escuro ou cinza para os meninos com camisa branca e gravata;

 

  • vestido social cinza ou saia cinza para as meninas, com camisa branca e meia até a altura da canela ou joelho.

 

Esse uniforme é usado da primeira série até o último ano do ensino médio. O aluno só usa uma roupa diferente na universidade. Se você analisar, são 12 anos entre infância e adolescência usando roupa social, o que também ajuda a explicar a conduta reservada e mais tradicional dos chilenos e como essa prática também influencia na maneira discreta – e menos fashionista – com que se vestem depois de adultos. Outra curiosidade é que os uniformes também são vendidos em lojas de departamento nos shoppings.

  • Colégios Públicos

Segundo os chilenos, apenas os colégios públicos da região de Providencia e Las Condes (Santiago) tem um ensino bom, os outros nem tanto. Não sei se é igual, inferior ou superior a do Brasil, mas é isso o que os chilenos dizem sobre a educação pública do país.

Detalhe Importantíssimo: os colégios públicos não são gratuitos. Aliás, quase nada que é público no Chile é gratuito. O que eu já ouvi de muitos chilenos é que se algo é totalmente gratuito tende a não funcionar bem (eles falam isso pra qualquer coisa, inclusive quando se referem a outros países), então você terá sempre que pagar, nem que seja um valor menor mas existe a opção de créditos estudantis e bolsas.

  • Melhores Colégios de Santiago

No Chile existem muitos colégios públicos e particulares que são católicos. Geralmente a classe alta frequenta estes colégios mas existem outros tipos de colégios, inclusive não religiosos e focados em colônias, como colégios franceses, alemães, italianos e etc. Os colégios mais conceituados e que vão ajudar na entrada do seu filho em uma universidade (o colégio que seu filho estudou é avaliado pela universidade no momento de prestar um vestibular), são:

  1. Colégio Cordillera
  2. Colégio Tabancura
  3. Instituto Alonso de Ercilla
  4. The Kent School
  5. Cambridge College
  6. Nido de Águilas
  7. Instituto Nacional (público)

 

Aqui você pode conferir uma lista com todos os colégios que existem em cada cidade do país.

 

  • Processo Seletivo para Estrangeiros

Todo aluno estrangeiro, por ordem do Ministério de Educação no Chile, deve fazer um exame 1 ano antes para avaliar o nível educacional. Sem esse exame é impossível entrar nos colégios daqui. Fora isso, também precisa passar pelo Processo de Postulación que já foi explicado.

  • Notas

Outra curiosidade é que as notas aqui não vão de 0 a 10 mas de 0 a 7. Inclusive quando uma pessoa é 10, eles dizem “eres un 7”.

  • Diferença Cultural

No Chile um colégio fala muito sobre o nível e círculo social de uma pessoa. É bem mais comum perguntarem em qual colégio você estudou do que em qual universidade estudou. Como todo aluno passa por um processo de postulación antes de começar a primeira série, a aprovação nesse processo indica que esse aluno vai estudar do ensino fundamental até o ensino médio no mesmo colégio, ou seja, 12 anos com os mesmos amigos, convivendo com crianças com o mesmo tipo de família que a dele e etc. É bem comum que até os pais e os avôs tenham estudado nesse mesmo colégio.

Quando um chileno diz que tem amigos de toda uma vida, é porque tem mesmo e geralmente esses amigos são dessa fase. Isso também explica porque os estrangeiros tem a sensação de que eles são mais fechados e de que demoram para fazer amizades. Pessoas acostumadas a frequentarem o mesmo círculo social toda uma vida estão menos abertas a novos vínculos. Não quer dizer que será impossível fazer amigos mas um estrangeiro precisa entender e conviver com essa característica cultural.

  • Valores

Cada colégio tem um preço (muda de acordo com os idiomas, tipos de matérias, tradição da instituição e atividades que oferece) e assim como no Brasil, não é barato estudar aqui, ainda mais porque os colégios públicos não são gratuitos. Mas o que se paga para estudar em um colégio aqui é o seguinte:

  • Postulación: Um valor bem menor que o da matrícula para fazer o processo seletivo. Se você postular 5 colégios, vai pagar 5 postulaciones, por exemplo. Esse dinheiro não é devolvido aos pais caso o filho não passe no processo.

 

  • Cuota de Incorporación: Depois que sua família e seu filho foram aprovados no processo seletivo, você já pode considerar que seu filho estudará nesse colégio. Para isso, você pagará um valor – proporcional e variável em cada colégio – para garantir a vaga do seu filho por 12 anos, ou seja, do ensino fundamental ao médio. Esse valor é um pouco mais alto mas só se paga 1x, porém, caso seu filho mude de escola, você perde esse dinheiro. Isso também explica porque eles passam a vida toda no mesmo colégio.

 

  • Matrícula: se paga anualmente, durante todos os anos em que seu filho estudar ali.

 

  • Mensalidade: se paga todos os meses, durante todos os anos em que seu filho estudar ali.

 

O post ficou longo mas vocês me conhecem: se é pra informar, que tenha conteúdo. Pode ter certeza que não encontrará esses detalhes em outro lugar. Se deseja continuar sabendo sobre cada etapa do sistema de educação no Chile, é só conferir os links abaixo e para qualquer informação sobre morar no Chile, clique aqui.

Esta série foi desenvolvida pelo blog Pigmento F. Nenhum outro blog que fale do país escreveu sobre esse assunto com essa riqueza de detalhes, portanto dê o crédito ao blog juntamente com o link caso o use como fonte de pesquisa em algum outro site. Obrigada!

Fê La Salye
Comente Aqui!
Comentários
15 comentários em "Sistema Educacional no Chile: Etapa 2 – Ensino Fundamental"
  1. Eli Monteiro   12/05/16 • 08h32

    Fe, tudo bem?
    A postulacion é feita tanto para particular quanto para público? Ou quem vai estudar no articular não tem que postular?
    Bjs

    • Fê La Salye   12/05/16 • 08h40

      Linda, como dito no post, para todos os sistemas, públicos e privados, o público é apenas menos exigente, o que também é relativo já que se for um público conceituado as exigências aumentam. Bjsss

  2. Palloma Figueiredo   14/05/16 • 15h46

    Fê, amei o post! Me ajudou bastante. Tenho uma filha de 6 anos e pretendemos nos mudar no início do ano que vem para o Chile (Villarrica). Me deu uma luz saber disso tudo, pelo visto ela perderá um ano, mas foi muito bom saber! Muito obrigada! Amando seu blog ♥

    • Fê La Salye   16/05/16 • 16h18

      Palloma, nao sabe como fico feliz. Deu muito trabalho esse assunto. Um dos conteúdos mais trabalhosos do blog mas se ficou bem entendido, me alivia. Bjs

      • Palloma Figueiredo   18/05/16 • 16h55

        Sim, ficou excelente! Parabéns pelo trabalho! Eu descobri o blog por acaso no final do ano pasado por acaso, estava procurando informações a respeito dos documentos necessários para mudar para o Chile e o primeiro resultado da pesquisa foi seu blog, depois disso curti a página no facebook, instagram e agora me inscrevi no seu canal, enfim, ganhou uma nova e fiel seguidora, aliás, dois, porque meu namorado (que é chileno) agora te acompanha no canal também, mostrei para ele o ep2 da série “mirada chilena” e ele amou, rimos muitooo!!! É isso Fê, parabéns mais uma vez e continue nos ajudando com seu conteúdo, ele é muito útil para mil já que em breve estarei morando em terras chilenas :) Obrigada! Beijos 😘

        • Fê La Salye   19/05/16 • 17h47

          Palloma, muito obrigada pelo carinho! Que bom que agora os 2 me acompanham. Bjs

  3. jessica   30/05/16 • 17h12

    Oi Fe a mensalidade e para os colégios particulares e públicos? bjinhoos 😚

    • Fê La Salye   30/05/16 • 18h16

      Oi Jéssica! Conforme explicado no post, não existe educação gratuita no país. Bjs

  4. Melice   01/06/16 • 06h50

    Oi, Fê! Seu blog é incrível, parabéns! Não pretendo mudar de país, mas adoro adquirir novos conhecimentos acerca de outras culturas. Achei o post super interessante e muito completo. Nota-se que você é bastante dedicada e que ama o que faz. Irei à Santiago amanhã com meu marido e já anotei várias dicas precisosas do seu canal também. Estamos muito gratos!

    • Fê La Salye   02/06/16 • 15h51

      Melice, muito obrigada! Eu tambem adoro diferenças culturais e talvez esse seja o motivo de gostar de escrever detalhes sobre o assunto. Obrigada por acompanhar meu trabalho! Bjs

  5. Rosane   14/06/16 • 21h28

    Olá
    Foi o melhor post sobre a educação no Chile que já li até agora. Parabéns! :)
    bjs

    • Fê La Salye   21/06/16 • 11h17

      Muito obrigada, Rosane. Que bom que gostou. Tentei trazer o máximo de referências.

  6. Olga Medina   20/07/16 • 19h50

    Guria tu me assustou agora eu li tudo que tu escreveu, estou me mudando no final do ano para o Chile, tenho dupla cidadania e meu filho também, já morei no Chile quando ele era pequeno por 3 anos e voltamos pro Brasil, ele fez o kinder e o pre kinder no Chile. Agora surgiu a oportunidade de voltar e ele esta no 5 ano básico, meu pai esta correndo com a papelada, mas ninguém citou fazer o exame para avaliar o nível que ele estaria para o próximo ano. Em nenhum momento falaram e nem sei onde posso fazer esse exame, você acha que o consulado do Chile pode me informar??? Ele seria matriculado como chileno e não como brasileiro, será que influencia??? Ai meu Deus!!

    • Fê La Salye   05/08/16 • 10h47

      Calma hehe. A ideia nao era assustar e sim esclarecer como funciona rs. O exame é feito no próprio colégio que ele vai estudar. Se o colégio nao pediu, nao precisa mas 90% pede. O ideal é perguntar na escola dele mesmo. Espero ter ajudado. Bjs

  7. NATI   24/10/16 • 07h10

    SALVOU MEU TRABALHO UNIVERSITARIO! OBRIGADA!

Anterior
Próximo
Voltar para a home